Formação PMD Pro para Organizações sociais de Rondônia

Problema

Organizações sociais e órgãos governamentais precisam estar mais alinhados na gestão de projetos

Solução

realizar uma vivência de 5 dias na qual representantes das organizações estejam juntos conhecendo e testando ferramentas de gestão de projetos

Principais Números

13 organizações / órgãos presentes
26 participantes
40 horas de vivência
4 cidades representadas

Distribuição por Gênero %

  • % Homens
  • % Mulheres

O INATS é um instituto rondoniense que fomenta e desenvolve o terceiro setor da região para que seja mais sustentável. São seus associados organizações sociais que recebem treinamentos, formação profissional e apoio ao desenvolvimento de ações de voluntariado.

Associados do INATS são organizações como Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Porto Velho, Associação Casa Família Rosetta e Casa de Saúde Santa Marcelina. Alguns dos principais stakeholders e também financiadores destas organizações são órgãos governamentais como Secretaria de Agricultura do Município de Alta Floresta do Oeste, Superintendência Estado para o Resultado, Gerência de Fomento ao Terceiro setor, Prefeitura Municipal de Presidente Médici.

A gestão de projetos com recursos governamentais é uma das principais atividades dos associados do INATS. A gestão destes projetos também é fonte de preocupação constante destas organizações, já que boa parte dos seus orçamentos advém dos bons resultados destes projetos.

Como o objetivo maior do INATS é a promoção da sustentabilidade dos seus associados, o INATS promoveu uma semana imersiva na qual organizações sociais e órgãos governamentais desenvolveram atividades práticas e aprenderam sobre gestão de projetos de impacto social e ambiental.

Durante 5 dias, os mais de 20 participantes foram conduzidos a não só conhecer as principais práticas de gestão de projetos, orientadas pela metodologia PMD Pro, mas também testar em grupos a aplicação em contextos reais. Os participantes, ao término da jornada, foram capazes de construir discussões críticas sobre a metodologia apresentada, viabilizando a aplicação em diferentes realidades.

A semana inicia com uma jornada profunda mapeando os conceitos e quais conhecimentos os participantes já têm. Com base neste mapeamento, a agenda da semana foi construída: totalmente adaptada para aquelas pessoas e condições.

O curso é ministrado por facilitadores que a apoiam o desenvolvimento do conhecimento e não têm a exclusiva de apenas transferir o método do PMD para os participantes. O contexto de cada participante e a bagagem que ele carrega é importante para a apresentação do método, para a preparação para a prova de certificação internacional e para a promoção de momentos de troca e aprendizagem entre os participantes – todos profissionais do setor com muita experiência.

Princípios da vivência:

  • Aproveitamento do conhecimento prévio dos participantes
  • Aprendizado ativo e prático centrado nos participantes;
  • Aplicação das ferramentas em casos de projetos reais;
  • Preparação para certificação internacional;
  • Discussão crítica sobre a metodologia apresentada para viabilizar sua aplicação em diferentes realidades, buscando tornar a gestão de projetos mais ágil com projetos mais efetivos;
  • Momentos de troca e aprendizagem entre os participantes;
  • Curso ministrado por diferentes facilitadores, com ampla experiência no campo;
  • Apresentação de novas tecnologias que facilitam o gerenciamento de projetos;
  • Reflexão sobre como adaptar e levar os conhecimentos construídos para a realidade da sua organização.